jusbrasil.com.br
26 de Julho de 2017

78% de “transgêneros” pensaram em se suicidar

Entre as causas das tendências suicidas apontadas pelo trabalho irlandês figura o “estresse extremo” ligado ao fato de o indivíduo ostentar um sexo que não é o natural.

Evandro da Silva Santos, Assistente Administrativo
há 3 anos

78 de transgneros pensaram em se suicidar

78% de “transgêneros” pensaram em se suicidar e 44% tentaram-no pelo menos uma vez, revelou um estudo sobre saúde mental encomendado à “Transgender Equality Network” pela comunidade “trans” da Irlanda.

A pesquisa analisou o caso de 164 participantes com o apoio da Iris O’Brien Foundation.

Segundo o diário irlandês “Irish Times”, o estudo confirmou os resultados já obtidos em trabalhos análogos em nível internacional e com uma base de análise muito mais larga.

Entre as causas das tendências suicidas apontadas pelo trabalho irlandês figura o “estresse extremo” ligado ao fato de o indivíduo ostentar um sexo que não é o natural.

A isso se acresce o horror que sentem seus familiares, o estigma que acompanha essa torção violenta da ordem natural, e as incertezas psicológicas que perseguem o indivíduo que banca um sexo que não é o seu, observou o jornal.

Fonte:http://ipco.org.br/ipco/noticias/78-de-transgeneros-pensaram-em-se-suicidar#.UzVjw6zYMuQ

1 Comentário

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Se nem eles, em sua totalidade, se aceitam, conseguem olhar para si, e sentir-se orgulhosos,... é por isto, que penso ser desnecessário leis extras para assegurar direitos extras aos homossexuais, que, fora o desejo sexual contrário a sua aparência, e corpo, não há diferença nos demais itens de mim, e dos demais humanos e brasileiros.

A situação psicológica, intima, de quem nasce homossexual, não é fácil, e tão pouco, é igual a de quem é heterossexual. Além de todo a carga que cada um de nós carregamos (relacionamentos, sucessos, fracassos, alegrias, tristezas...) eles ainda tem contra si, as incertezas de seus relacionamentos.

Para mim, que sou heterossexual é mais fácil chegar em uma festa, e encontrar alguém para uma paquera, um flêrte, mas, para o homossexual, além de ter que encontrar alguém legal, tem que encontrar alguém, que lhe seja igual. Que, diga-se não é nada fácil.

Triste constatação! continuar lendo